domingo, março 11, 2007


e lembro-me. lembro-me de mim em cada uma daquelas noites.
sozinha. com o pensamento desvairado e
anestesiado.
lembro-me como se o estivesse a viver.
a música,
a sede,
a moca.

puta que pariu isto tudo!!



"Tira a mão do queixo não penses mais nisso
o que lá vai já deu o que tinha a dar
quem ganhou ganhou e usou-se disso
quem perdeu há-de ter mais cartas p´ra dar
E enquanto alguns fazem figura
outros sucumbem á batota
chega a onde tu quiseres
mas goza bem a tua rota
Enquanto houver estrada p´ra andar
a gente não vai parar
enquanto houver estrada p´ra andar
enquanto houver ventos e mar
a gente vai continuar
enquanto houver ventos e mar
todos náo pagamos por tudo o que usamos
o sistema é antigo e não poupa ninguém
somos todos escravos do que precisamos
reduz as necessidades se queres passar bem
que a dependência é uma besta
que dá cabo do desejo
a liberdade é uma maluca
que sabe quanto vale um beijo"

(Jorge Palma)

1 Comments:

Blogger Maçã de Junho said...

A agenda, a obra, o universo de Jorge Palma em www.bloguepalmaniaco.blogspot.com
newsletter/informações: contactar ladoerradodanoite@hotmail.com

quarta mar 14, 01:51:00 da manhã WET  

Enviar um comentário

<< Home